João Roma apaixonou-se por Salvador e escolheu, a partir de 2002, a cidade para morar, construir família e carreira. Formado em Direito e com especialização em Administração Pública, é casado com a baiana Roberta de Araújo Costa, com quem tem dois filhos. Ex-chefe de gabinete do prefeito ACM Neto, Roma atuou no cargo desde o primeiro dia de governo, sendo um dos responsáveis pela condução e o sucesso da gestão municipal, aprovada por cerca de 80% dos soteropolitanos.

Engajado desde muito jovem na militância política, João Roma foi presidente do PFL Jovem de Pernambuco em 1993. Em 1996, em Brasília, participou da fundação Nacional do movimento da juventude partidária, sendo o primeiro presidente nacional do PFL Jovem. Passou, a partir de então, a participar das reuniões da Executiva Nacional do Partido, com direito a voz e voto, e teve a oportunidade de conviver com grandes nomes da Política Nacional como Luís Eduardo Magalhães, Jorge Bornhausen, José Jorge, Antônio Carlos Magalhães, entre outros.

Sempre acreditei que a participação do jovem na política não é apenas uma manifestação festiva, eu acredito que a juventude tem que ter um movimento estruturado na preparação para o futuro.

João Roma Neto foi participante da Academia Internacional para Dirigentes da Fundação Friedrich Naumann para a Liberdade em Gummersbach, Alemanha e ex-Vice-presidente da IFLRY (Federação Internacional de Jovens Liberais). Esta Federação Internacional de Juventudes Liberais reunia 105 organizações políticas, entre juventudes partidárias, associações estudantis e organizações não governamentais, em mais de 70 países. Foi fundada na Inglaterra em 1947 e tem entre seus antigos diretores diversos parlamentares e primeiros-ministros.

Histórico profissional
  • Bacharel em Direito
  • Assessor do governo de Pernambuco entre os anos de 1991 e 1994
  • Assessor do Ministério da Administração de 1995 a 1998
  • Delegado do Ministério da Cultura para o Nordeste entre 1999 e 2002
  • Chefe do escritório da Agência Nacional de Petróleo (ANP) em Salvador, no período de 2002 a 2004
  • Chefe de Gabinete do prefeito ACM Neto, de 2013 a abril de 2018
Família e vocação para a política

João Roma Neto conviveu desde cedo com o exemplo do avô, de quem herdou o nome e a vocação para a política e que atuou intensamente na política pernambucana. João Roma (avô) foi deputado federal por três vezes e secretário de Segurança Pública no Governo Barbosa Lima Sobrinho e secretário de Justiça do ex-governador Paulo Guerra. Ele era o homem de confiança de Agamenon Magalhães e morreu em 1991 vitimado por um câncer. A trajetória do Diabo Loiro — como era carinhosamente apelidado o avô, pelas suas articulações políticas — criou no filho uma resistência à política, mas despertou no neto o sonho de participar das decisões do Estado.

Atuação em Salvador

Com uma proposta que traz a máxima Sangue Novo, João carrega grande referência da gestão de proximidade, característica do seu trabalho ao lado do prefeito ACM Neto, uma parceria que mudou a cara de Salvador e transformou a vida dos soteropolitanos.

A pedido do prefeito ACM Neto, João assumiu o desafio de fazer das ruas de Salvador o melhor gabinete da Prefeitura, e com isso esteve presente nos 163 bairros da capital baiana, participou do menu de definição das obras prioritárias em todas essas localidades, em contato com a realidade de quem mais precisa da atenção do poder público, amadurecendo a conexão e o diálogo com essas pessoas.

João foi uma peça importante na transformação da capital da Bahia, uma administração arrojada baseada na eficiência da gestão pública, sendo o braço direito do Prefeito ACM Neto. Por merecimento, João recebeu o título de cidadão soteropolitano, em 2016, em reconhecimento ao seu empenho nos serviços prestados à cidade, onde emprestou todo o seu conhecimento ao desenvolvimento da nossa capital.

Ainda como Chefe de Gabinete do prefeito ACM Neto, João participou da implantação de importantes projetos, como as Prefeituras-Bairro, que, inclusive, virou referência para outras administrações municipais, e iniciativas que marcaram o legislativo, a exemplo do maior programa de consulta popular, Ouvindo Nosso Bairro, que virou lei municipal.

Deputado Federal

João foi eleito Deputado Federal com o voto de 84.455 baianos, em outubro de 2018. Empossado em fevereiro de 2019, num feito histórico que marcou a maior renovação parlamentar da Câmara dos Deputados, desde a redemocratização, para ele, assumir este cargo é uma grande missão, a missão de representar várias pessoas no Congresso Nacional e de honrar a confiança da escolha de um povo que quer ser correspondido com legitimidade. O clima é de mudança e, muito estimulado por este sentimento, João Roma é um jovem na política, no entanto, um jovem preparado, com experiência, vocação, compromisso e muita vontade de fazer a diferença neste cenário em que ainda há bastante desconfiança e descrença nos líderes públicos.