João Roma destaca R$ 3,5 milhões destinados para a saúde em Vitória da Conquista

Foto: Divulgação

O deputado federal João Roma (Republicanos) participou, na noite desta segunda-feira (11), de uma live com o vereador de Vitória Conquista Edivaldo Ferreira Junior (MDB) e destacou recursos destinados para o município. No total, Roma já designou R$ 3,5 milhões para a saúde da cidade, sendo R$ 2 milhões em emendas para o Hospital Esaú Matos e, mais recentemente, R$ 1,5 milhão para o combate ao coronavírus em Conquista.

Durante a live, que teve por tema “Eleições em Tempos de Pandemia”, Roma e Edivaldo falaram sobre Conquista e debateram política nacional, abordando temas como a situação da democracia brasileira, populismo e o pleito eleitoral deste ano. O vereador destacou a proximidade do deputado, que está em seu primeiro mandato, com o município.

“O deputado federal João Roma demonstrou ao vivo aquilo que prego e acredito: é possível conversar sobre política sem exaltar os ânimos, com tranquilidade, sabedoria e respeito! E o papo tava tão bom, que a hora voou! É sempre um aprendizado dialogar com você, Roma”, afirmou o vereador.

Roma destacou que cada vez mais tem se aproximado de Conquista e lembrou da primeira vez que passou pelo município. “Ainda criança, passando por Conquista, foi a primeira vez que vi neblina, fazendo uma viagem de Recife para o Rio de Janeiro”, recordou, ao elogiar a atuação de Edivaldo. “Você é uma pessoa muita capacitada e vem fazendo um trabalho de muita distinção, sempre muito elogiado”, frisou.

Política
No debate sobre política, Roma falou sobre a democracia e populismo no Brasil. “Somos uma democracia jovem, vivemos num país de cultura latina, que já sofreu muito, que tem desigualdade sociais tremendas, tem povo muito suscetível a determinadas palavras de ordem. O Brasil tem uma cultura perversa do ponto de vista do poder público, porque aqueles que se apossam do poder público utilizam a máquina como se fosse imperador de plantão. Parece que é a personificação da política pública”, explicou.

O deputado ainda afirmou ver com preocupação o momento de turbulência política no país. “Neste momento, é preciso se buscar o entendimento, união de forças, como tem ocorrido na Bahia, com o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), e governador Rui Costa (PT) em sintonia, discutindo questões técnicas. Por mais que a gente torça para que o Brasil esteja oxigenado, com um novo viés mais empreendedor, economia mais aberta, com questões voltadas ao cidadãos. Precisamos ter muita serenidade com a coisa pública. E serenidade é algo que não está havendo no poder central. Isso preocupa”, frisou.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.