João Roma participa em Paris de reunião do Conselho Ministerial da OCDE

Foto: Julio Dutra

O ministro da Cidadania, João Roma, participa nesta semana de reunião do Conselho Ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em Paris. O encontro tem por tema “Valores Compartilhados: Construindo um Futuro Verde e Inclusivo” e vai debater os principais desafios globais que requerem cooperação e coordenação internacionais.

Roma vai participar de debates nesta terça (5) e quarta-feira (6) e vai apresentar as políticas sociais desenvolvidas pelo Ministério da Cidadania em um painel sobre Futuro e Crescimento Inclusivo, com destaque para o Auxílio Emergencial e o Auxílio Brasil, novo programa social do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em seu discurso, Roma deve dar ênfase, além das políticas sociais do governo, às ações voltadas para a segurança alimentar e nutrição para as famílias em situação de vulnerabilidade no país. “O combate à desigualdade e a segurança alimentar são balizadores de uma gestão preocupada em oferecer uma vida digna para o brasileiro. Temos trabalhado diuturnamente para assegurar que nossa população tenha comida no prato”, disse o ministro.

O Auxílio Brasil, que vai substituir o Bolsa Família, deve atender a cerca de 17 milhões de famílias, atingindo em torno de 51 milhões de pessoas. O programa vai além de uma teia de proteção social e vai ampliar as ferramentas do Estado brasileiro para permitir que as pessoas conquistem sua emancipação.

O evento também marcará a comemoração do 60º aniversário da Organização, que tem como objetivo moldar políticas públicas que promovam prosperidade, igualdade, oportunidade e bem-estar para todos, por meio do estabelecimento de padrões internacionais baseados em evidências e da busca de soluções para uma série de desafios sociais, econômicos e ambientais.

Recentemente, o Conselho Brasil-OCDE aprovou a Estratégia de Governo para a preparação e o acompanhamento do processo de acessão do país à organização. O Brasil já aderiu a 100 dos 247 instrumentos legais da Organização, sendo o país candidato mais profundamente envolvido no trabalho da OCDE.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.