João Roma toma posse como ministro da Cidadania nesta quarta (24)

O deputado federal João Roma (Republicanos-BA) será empossado nesta quarta-feira (24) para o cargo de ministro da Cidadania em cerimônia que será realizada no Palácio do Planalto com a participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), além de ministros, parlamentares, prefeitos e outras autoridades baianas e nacionais. Roma substitui Onyx Lorenzoni (Democratas), que, na mesma solenidade, será empossado para o posto de ministro chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República.

João Roma foi nomeado por Bolsonaro para o Ministério da Cidadania no último dia 12. Desde então, ele tem se debruçado sobre a pasta para se atualizar sobre os desafios. O Ministério da Cidadania é responsável pela área social do governo federal e tem entre suas principais atribuições a gestão de programas, como o Bolsa Família e o auxílio emergencial, além de comandar a Secretaria Especial de Esportes.

“Teremos como prioridade trabalhar para reduzir as desigualdades, assegurar direitos e benefícios para aqueles que mais precisam. Temos pela frente um cenário ainda difícil, e esse é o norte do rumo que tomo agora e estarei inteiramente dedicado a esse trabalho. A prorrogação do auxílio emergencial está entre as prioridades, porque é um tema que afeta diretamente aquelas pessoas que mais precisam. Vamos nos debruçar sobre o tema e trabalhar pela reestruturação do auxílio, com diálogo e serenidade, entendendo a necessidade do momento”, afirmou o novo ministro.

João Inácio Ribeiro Roma Neto tem 48 anos e nasceu no Recife (PE) em 17 de novembro de 1972. Apaixonou-se por Salvador e escolheu, a partir de 2002, a cidade para morar, construir família e carreira. Formado em Direito, é casado com a baiana Roberta de Araújo Costa, com quem tem dois filhos. Ex-chefe de gabinete na gestão do ex-prefeito de Salvador ACM Neto, Roma já foi assessor assessor do Ministério da Administração, delegado do Ministério da Cultura para o Nordeste e chefe do escritório da Agência Nacional de Petróleo (ANP) em Salvador.

Em 2018, foi eleito deputado federal pelo Republicanos com 84.455 votos. Empossado em fevereiro de 2019, num feito histórico que marcou a maior renovação parlamentar da Câmara dos Deputados, desde a redemocratização. No Congresso, Roma foi relator, entre outros temas, da PEC da Regra de Ouro e da reforma tributária, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados. Mais recentemente, foi presidente da comissão que discutiu e levou à aprovação do marco legal das startups.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.