No Pará, João Roma diz que governo federal está empenhado em trabalhar pelos brasileiros que mais precisam

Foto: Julio Dutra

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou nesta sexta-feira (23) que o governo federal está empenhado em trabalhar pelos brasileiros que mais precisam, ao participar, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, do ato simbólico marcou o início da entrega de mais de 468 mil cestas básicas no estado do Pará, por meio da iniciativa Brasil Fraterno. Esta ação atende famílias vulneráveis nos municípios mais afetados pelos efeitos econômicos e sociais da pandemia do novo coronavírus.

A comitiva presidencial em Belém, capital do estado, teve ainda a participação dos ministros Gilson Machado (Turismo), Milton Ribeiro (Educação), General Heleno (chefe do Gabinete da Segurança da Presidência) e Marcelo Queiroga (Saúde). Diversos parlamentares do estado também participaram da cerimônia.

Em seu discurso, Roma citou o ex-presidente Juscelino Kubitschek, fundador de Brasília, e destacou o trabalho do governo Bolsonaro para dar suporte às pessoas que mais precisam. “Essa semana o nosso Brasil fez aniversário, e um dia antes a nossa capital, Brasília, também fez aniversário. Em homenagem ao seu fundador, Juscelino Kubitschek, eu cito aqui uma frase que dizia: ‘em tratando-se do Brasil, o otimista pode até errar, mas o pessimista já começa errando. Nós vamos, sim, vencer essa pandemia e orgulhar o povo brasileiro, porque o Brasil merece mais”, disse.

“Dizer ‘fique em casa’ para aquele que está debaixo de uma telha brasilit, num barraco, sem ter como ganhar o sustento da sua família, é coisa bem diferente de que para pessoa que tem o salário certo no fim do mês. Estamos aqui para atenuar também as consequências nefastas desse travamento, que é a fome. A fome não espera, dói, é um ato de desumanidade. Nós estamos empenhados em trabalhar para os brasileiros que mais precisam”, acrescentou o ministro.

João Roma também agradeceu a parceria com o Sistema S para a doação de alimentos, ao citar a Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa); a Confederação Nacional da Indústria (CNI); a Confederação Nacional do Comércio (CNC); e a Organização das Cooperativas do Brasil no Pará (OCB-PA).

Também nesta sexta, Bolsonaro e a comitiva presidencial participaram do ato simbólico que marcou o início da entrega de cestas básicas no Amazonas, em cerimônia realizada em Manaus. Neste estado, foram mais de 270 mil cestas.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.