“O Governo do Estado não dá atenção ao Aeroporto de Feira”, diz João Roma

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), criticou a gestão do Governo do Estado do Aeroporto Governador João Durval, em Feira de Santana, que será o local de desembarque do presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (1º). “O Governo do Estado nunca deu atenção ao Aeroporto de Feira de Santana, a maior cidade do interior do nordeste brasileiro”, disse João Roma, nesta quinta-feira (30), durante entrevista à Rádio Sociedade News, de Feira de Santana.

João Roma garantiu que, se eleito governador, não poupará esforços para entregar a Feira de Santana um aeroporto que esteja à altura do potencial da maior cidade do interior da Bahia. O pré-candidato do PL disse que o equipamento que é gerido pelo governo estadual carece de investimento, ampliação da pista e melhoria das vias de acesso.

“Estou vendo que o governo fez a concessão e até uma pequena obra para tentar melhorar o terminal de passageiros. Mas carece de um investimento maior em infraestrutura. Para chegar e sair do Aeroporto de Feira é uma complicação. Falta planejamento”, destacou Roma.

Ele ainda informou que o Governo Federal tem investido muito nos aeroportos e que inclusive tem recursos disponíveis para auxiliar os estados. “Mas infelizmente o Governo do Estado não estabelece interlocução devida para que nós possamos ter um aeroporto que tenha mais linhas, mais equipado, em funcionamento pleno”, declarou. Segundo Roma, esses investimentos são necessários para que o Aeroporto de Feira se torne mais uma via para fortalecer a Princesa do Sertão como um polo de desenvolvimento regional.

Em Feira de Santana, nesta sexta-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro desembarca às 9h e, em seguida, vistoria as obras de duplicação do trecho oeste do Rodoanel de Feira de Santana. “Essa é uma obra esperada e que por décadas deveria ser concluída”, disse Roma. Ele anunciou que a realização das obras no trecho leste têm início previsto para 2023.

Pré-candidatura

Questionado pelo apresentador Dilton Coutinho se haveria mudanças em sua pré-candidatura após encontros com políticos baianos como o presidente estadual do Republicanos, deputado federal Márcio Marinho, Roma disse que nada mudou e que sua pré-candidatura e a da Doutora Raíssa, ao Senado, permanecem firmes. Ela salientou que tratam-se de encontros esporádicos e naturalmente sem relevância política.

“É natural que ocorram encontros esporádicos, mas que não são noticiados como fatos relevantes na política. Por exemplo, o presidente do Republicanos, o deputado Márcio Marinho, está aliado com o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto. Eu encontrei durante os festejos juninos o prefeito de Salvador Bruno Reis e nos cumprimentamos cordialmente”, exemplificou João Roma.

Ele também citou encontro com Lúcio Vieira Lima e o deputado estadual Robinho durante festejos juninos. “Foram encontros totalmente casuais, em locais públicos e abertos, sem nenhum mistério e sem nenhuma tratativa, porque está muito claro que o MDB está com Jerônimo, candidato oficial do PT, uma vez que ACM Neto é hoje o candidato oficioso do PT”, afirmou João Roma.

Participe os grupos dos WhatsApp e Telegram de João Roma.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.