João Roma fala sobre projetos do Ministério da Cidadania e ressalta ações do governo Bolsonaro na Bahia

Foto: Divulgação

O ministro da Cidadania, João Roma, destacou nesta quarta-feira (7), em entrevista à rádio Brado, ações do governo do presidente Jair Bolsonaro na Bahia e falou sobre projetos da pasta, entre eles a reformulação dos programas sociais. Roma frisou que o momento é de cooperação e de trabalhar para ajudar o Brasil, em especial os brasileiros que mais precisam, e voltou a enfatizar que estará com o presidente Bolsonaro nas eleições do próximo ano.

“Esse programa social, portanto, está sendo reformulado e a partir de novembro ele passará a estar à disposição da população. A ideia é que não seja apenas uma teia de proteção, que é muito importante para aquelas famílias em situação de vulnerabilidade, mas também que consiga oferecer a todo cidadão todas as possibilidades para que ele consiga também ascender a sua qualidade de vida”, frisou. Segundo ele, o Bolsa Família atingiu a marca de 14,6 milhões de beneficiários. A ideia é ampliar e fortalecer esta rede de proteção social do governo.

Como ministro Nordestino, Roma frisou que já esteve no Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e na Bahia. “Então, a gente tem dado uma ênfase muito grande (no Nordeste). Na Bahia tenho por obrigação enquanto ministro do presidente Bolsonaro intensificar agenda dele”, pontuou, ao ressaltar também a retomada de obras que estavam paradas há anos, como um trecho da duplicação da BR-101.

“Tem muita obra para entregar e esse é o governo de entrega. Nós estamos justamente buscando cada vez mais dar ênfase e fazer essas entregas para melhorar a qualidade de vida da população. Um outro caso de estrada é a BR-116, que já chegou com duplicação até a cidade de Santa Bárbara”, ponderou.

Ele falou também sobre o Rodoanel de Feira de Santana. “Estamos avançando para que a gente consiga entregar esse Rodoanel, que não é uma obra apenas para Feira de Santana, mas é fundamental para todos os brasileiros. Feira de Santana é um local onde se interligam várias rodovias federais, então por ali passa todo mundo que vai fazer frete, sai do Sul e vai para o Nordeste, assim como passa por Feira de Santana”, salientou.

João Roma ainda agradeceu a confiança e o apoio que tem “recebido no seio do governo Bolsonaro para tratar dos assuntos de interesse da Bahia e por todo o respaldo nesse trabalho que é certamente para mim a missão mais desafiadora da minha vida pública”. Ele citou, por exemplo, o Auxílio Emergencial, que só no ano passado pagou mais de R$ 294 bilhões aos brasileiros que mais precisam, o que equivale a 13 anos de execução do Bolsa Família.

Sobre as eleições do próximo ano, Roma frisou que estará com o presidente Bolsonaro. “Fico muito feliz com essa confiança depositada na minha pessoa. Meu foco tem sido justamente desenvolver bem a função para a qual eu fui destacado. Não deixarei o presidente Bolsonaro sem palanque na Bahia”, pontuou, ao complementar que tem buscando intensificar agenda do presidente na Bahia, “defender o seu legado e cada vez mais promover para os baianos a importância e a transformação que o governo Bolsonaro que tem destinado ao nordeste a Bahia”.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.