“O presidente Bolsonaro quer ampliar os programas sociais”, diz João Roma em Paulo Afonso

O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou nesta sexta-feira (18) que o presidente Jair Bolsonaro tem buscado ampliar os programas sociais, durante entrega de moradias pelo governo federal a 600 famílias de baixa renda em Paulo Afonso. O Residencial Manoel Josefino vai beneficiar cerca de 2,4 mil pessoas, com investimento de R$ 43,8 milhões do governo federal, sendo que R$ 42,5 milhões foram repassados desde 2019.

A entrega foi conduzida pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e integra o programa Casa Verde e Amarela, que tem como meta atender 1,2 milhão de famílias até o fim de 2022. Além de Roma e Marinho, também participou do ato o ministro do Turismo, Gilson Machado.

“O presidente Bolsonaro tem, sim, de forma determinada, buscado cada vez mais ampliar os programas sociais para que sejamos efetivos na condição de melhoria de vida desses brasileiros, para que a estrutura social do governo sirva não apenas como rede de amparo social, mas também de promoção social. Para que esses homens e mulheres possam encontrar no estado brasileiro um parceiro para melhorar a condição de vida de suas famílias”, afirmou Roma.

O ministro da Cidadania ressaltou o empenho do governo Bolsonaro para levar melhorias na ponta. “Aqui está o exemplo claro de quando se fala ‘menos Brasília e mais Brasil’, de que os ministros de Bolsonaro não são ministros que ficam despachando de gabinete. Não, a gente vai pra ponta, a gente quer conhecer a realidade do nosso povo e levar soluções para seus problemas. Não é governo de ‘enrola enrola’, é um governo de solução por toda parte e isso tem ocorrido em todos os setores do governo. Essa sinergia é fundamental”, destacou.

O Ministério da Cidadania, um braço social do governo Bolsonaro, é responsável pelo pagamento do Auxílio Emergencial. “Um em cada cinco cidadãos de Paulo Afonso recebe auxílio emergencial. Mais de 20% da população está sendo amparada, o que tem sido fundamental para atenuar o sofrimento desses homens e mulheres. Porque sabemos que todos sofrem pela pandemia, mas pela condição social existem pessoas que acabam sofrendo ainda mais”, disse Roma.

Ele ainda parabenizou o trabalho do ministro Rogério Marinho. “Um ministro que faz parte do governo Bolsonaro e que sabe que o povo nordestino não gosta de se curvar para pedir nada, mas sabe sim agradecer com muita generosidade quem tem sensibilidade e promove qualidade de vida para que esse povo orgulhe nosso Brasil”, frisou.

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, o Residencial Manoel Josefino é composto por dois conjuntos habitacionais, cada um com 300 apartamentos de 43,6 m². Das 600 moradias, 18 são adaptadas a portadores de necessidades especiais. Os imóveis contam com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Na região, há três creches, três escola, três postos de segurança e cinco postos de saúde.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.