Obra embargada há sete anos em Salvador é retomada após articulação de João Roma com ministro do Desenvolvimento Regional

Foto: Julio Dutra

Após articulação do deputado federal João Roma (Republicanos/BA) e do vereador Duda Sanches (Democratas/BA) junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional, a Prefeitura de Salvador anunciou nesta terça-feira (7) que irá retomar as obras do conjunto habitacional Mar Azul, em Paripe, que estavam embargadas há sete anos.

Em setembro do ano passado, Roma e Sanches se reuniram com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, em busca de uma solução para o problema. O projeto garante moradia digna para 236 famílias. “O ministro havia se sensibilizado com a situação e se comprometido a encontrar uma alternativa para o problema. Agora, felizmente, conseguimos a liberação de recursos que vão garantir a continuidade das obras e devolver a dignidade dessas pessoas que há tanto tempo adiam o sonho da casa própria”, frisou Roma.

A retomada das obras é fruto da assinatura de um Termo de Acordo e Compromisso (TAC) entre a prefeitura e a Caixa, para a garantia de entrega da obra com total infraestrutura. O investimento é de cerca de R$ 14 milhões com recursos próprios do município e também da União. 

O Conjunto Residencial Mar Azul integrava o Programa Crédito Solidário da Caixa Econômica Federal, que permitia que os próprios moradores, através de uma entidade civil registrada, pudessem captar os recursos para a construção de moradias. As obras estão paradas desde o embargo por decisão da 3ª Vara da Justiça Federal, ocorrido em setembro de 2012, em função de denúncias de irregularidades na gestão dos recursos.