Acusação equivocada: Em nota João Roma esclarece divulgação sobre suposta movimentação financeira ilegal durante sua campanha

O deputado teve suas contas de campanha apresentadas à Justiça Eleitoral e aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, declarando aptidão à posse de seu mandato

Documento da Nota oficial
Em nota oficial enviada à imprensa, o deputado respondeu as acusações

O Deputado Federal João Roma (PRB/BA) é um legítimo defensor da transparência e do exemplo que um líder público deve exercer em honra à confiança de seus eleitores, portanto, reconhece como incongruentes os materiais veiculados, apontando transações ilegais no financiamento de sua campanha, em 2018.

Em resposta ao que foi divulgado na mídia, João Roma esclareceu tranquilamente que o Relatório de Inteligência Financeira (RIF) do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou de forma equivocada um indício de irregularidade referente a um saque no valor de R$ 5 mil, realizado em Setembro de 2018, em sua conta de campanha. De acordo com as informações veiculadas, o saque foi realizado em Roraima, no entanto, a retirada foi feita em Salvador, dentro do que prevê a legislação eleitoral.

Não existe nenhum procedimento aberto na Justiça Eleitoral que desabone a conduta do deputado federal João Roma. Suas contas de campanha foram apresentadas à Justiça Eleitoral e foram aprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, declarando aptidão à posse de seu mandato.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*