João Roma defende diálogo do governo Bolsonaro com o Congresso e mais estudos para fusão de ministérios

A conversa entre Roma e Onyx Lorenzoni ocorreu na noite desta quarta-feira (31).

A conversa entre Roma e Lorenzoni ocorreu na noite desta quarta-feira (31).
A conversa entre Roma e Lorenzoni ocorreu na noite desta quarta-feira (31).

O deputado federal eleito João Roma (PRB), em conversa com o deputado federal reeleito e futuro ministro da Casa Civil do governo Jair Bolsonaro, Onyx Lorenzoni (DEM/RS), defendeu o diálogo entre o executivo e o Congresso Nacional como forma de evitar o que ele considerou “medidas açodadas”, como a polêmica fusão proposta entre os ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente.

“O deputado Onyx mostrou essa vontade de manter contato com o Congresso Nacional, o que é saudável em uma democracia. Quando é dito que o governo Bolsonaro não terá indicações políticas para ministérios, não quer dizer que não haverá diálogo político”, disse João Roma. O deputado federal eleito pela Bahia também conversou sobre agenda de votações do Congresso e sobre futuras conversas com líderes políticos.

Sobre a composição da Esplanada dos Ministérios, Roma considerou que é preciso haver cuidado no tocante a algumas fusões propostas. “Falei que é preciso ter um pouco mais de cautela e estudo em todas elas. É claro que ajustes e modificações devem ocorrer, mas considero que não é bom misturar, por exemplo, órgãos de execução e de planejamento”, apontou Roma, com passagens pelo Ministério de Administração e Reforma do Estado, Ministério da Cultura, Agência Nacional do Petróleo e na chefia do gabinete da Prefeitura de Salvador na Gestão de ACM Neto.

Texto: Classe Política

Matéria: https://bit.ly/2JJIkW3

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*