João Roma diz que vacinação de profissionais da segurança só foi possível graças a decisão do Ministério da Saúde

O ministro da Cidadania, João Roma, agradeceu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, por incluir os profissionais da segurança pública no grupo prioritário da vacinação contra a covid-19. Roma destacou que o início da imunização destes profissionais só foi possível graças à decisão do Ministério da Saúde de incluir os agentes da segurança na lista de prioridade.

Em vídeo publicado em suas redes sociais, Roma salientou que os agentes da segurança estão na linha de frente do combate ao coronavírus e, por isso, deveriam ser considerados como prioridade. “Vim agradecer a sua iniciativa de priorização dos agentes de segurança pública, pessoas que estão no front, ajudando a nossa população nesse momento em que o Brasil precisa de muita cooperação e muito discernimento para que possamos cada vez mais imunizar mais a nossa população e superar esse momento de pandemia”, disse Roma.

O tema foi discutido na 3° Comissão de Intergestores Tripartite (CIT), realizada no auditório da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), na última terça-feira, e pactuada com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

Queiroga disse que Roma já vinha solicitando a inclusão dos profissionais da segurança no grupo prioritário. “O governo vem atuando de maneira integrada. Saúde e Cidadania é uma parceria natural, e você tem me alertado sobre a importância dos profissionais de segurança. Esse pedido, reiterado por você foi acatado pelo Ministério da Saúde e agora os profissionais de segurança serão prioritários”, afirmou.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.