João Roma lamenta declarações de Rui e diz que governo federal atua desde novembro nas regiões afetadas pelas chuvas

Foto: Julio Dutra

O ministro da Cidadania, João Roma, rebateu nesta terça-feira (14) as declarações recentes do governador Rui Costa (PT) e afirmou que o governo federal tem atuado na Bahia desde novembro nas regiões afetadas pelas chuvas, principalmente no Extremo Sul do estado. Roma destacou ainda as ações que estão sendo realizadas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro para minimizar os efeitos das chuvas.

“O momento exige cooperação e solidariedade, não disputa ou acirramento político, partidário e ideológico. O governo Bolsonaro tem atuado no nosso estado desde novembro, quando as chuvas começaram por Itaberaba, e agora no Extremo Sul, que tem sofrido muito com os efeitos. No final de semana, ao lado do presidente Bolsonaro nós visitamos a região e vimos de perto os problemas. Vamos continuar trabalhando para dar apoio aos desabrigados e todos que estão sofrendo neste momento”, disse o ministro.

Até o momento, o governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) já liberou R$ 5,8 milhões para Eunápolis, Itamaraju, Jucuruçu, Ibicuí, Ruy Barbosa, Maragogipe e Itaberaba. Outros cerca de R$ 2,5 milhões aguardam apenas publicação no Diário Oficial da União para serem liberados a outras cidades do estado.

“Por meio do Ministério da Cidadania, nós distribuímos 32 mil cestas de alimentos às famílias dos locais atingidos. Além disso, repassamos recursos aos municípios para a estruturação de acolhimentos provisórios para desalojados e desabrigados, no valor médio de R$ 400 por pessoa. São mais de 60 pontos de acolhimento”, ressaltou Roma, ao ressaltar também a mobilização da Rede SUAS (Sistema Único de Assistência Social).

Duas equipes do Grupo de Apoio a Desastres (GADE) estão em Itamaraju e Eunápolis para ajudar nos trabalhos. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) tem trabalhando em todas as vias que tiveram o tráfego obstruído, e elas já foram liberadas. Os principais problemas foram registrados em trechos das BRs 101, 425, 367, 030 e 420.

Aeronaves da Marinha e do Exército atuam no resgate de pessoas ilhadas. Outras quatro aeronaves da Polícia Rodoviária Federal também operam na região. O governo também autorizou, por meio da Caixa Econômica Federal, a liberação do saque do FGTS para a população. A Força Nacional do Sistema Único de Saúde também se deslocou para a região, que recebeu também 2.5 toneladas enviadas para as áreas afetadas.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.