João Roma lamenta falecimento de Bruno Covas

O ministro da Cidadania, João Roma, lamentou neste domingo(16) o falecimento do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), aos 41 anos, vítima de câncer. Covas, neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas, havia se licenciado da prefeitura no começo do mês para tratar um agravamento de seu quadro clínico.

“Lamento profundamente o falecimento do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. Que Deus o acolha em sua infinita misericórdia e conforte o coração de todos os amigos e familiares neste momento de dor profunda. Covas foi um guerreiro que lutou pela vida e, mesmo enfrentando sua batalha pessoal contra o câncer, seguiu seu trabalho no combate à pandemia na Prefeitura de São Paulo”, afirmou o ministro.

Bruno Covas foi diagnosticado em 2019 com câncer na região da cárdia. No mesmo ano, ele iniciou o tratamento, que continuou ao longo de 2020. Em fevereiro deste ano, exames identificaram um avanço da doença para outros órgãos. Com a piora nas últimas semanas, ele acabou se licenciando para tratar o problema.

Acompanhe nosso mandato:Fique por dentro dos detalhes do nosso mandato, da nossa luta pela Bahia, e esteja sempre bem informado sobre as novidades do Congresso Nacional.